Conquista: mudanças no Portal de RH do Santander

Trabalhadores que não estão na ativa poderão acessar e atualizar informações de qualquer computador. Banco enviará login e senha pelo correio em agosto

São Paulo – Após várias reivindicações dos trabalhadores, o Portal de RH do Santander passou por alterações e, a partir de 6 de agosto, funcionários que não estão na ativa – como afastados por licença-maternidade, auxílio-doença e dirigentes sindicais – passarão a ter acesso às informações no site.

As primeiras mudanças para melhorar o acesso aos dados do portal ocorrem nesta segunda-feira 30 de julho.

A diretora executiva do Sindicato e funcionária do Santander Maria Rosani lembra que, atualmente, não é possível acessar informações pessoais no portal, como atualizar cadastro, verificar demonstrativos de pagamento, informe de rendimento, dados sobre plano de saúde entre outras informações. “O trabalhador que não está na ativa precisa ir até uma agência ou departamento do Santander. Isso, porque só é possível acessar o portal por meio da intranet do banco. Esse trâmite atrapalha tanto o funcionário afastado quanto o bancário, que precisa colaborar com o trabalhador para que possa acessar as informações a partir do seu login na agência, é uma situação constrangedora”, explica a dirigente.

A partir das mudanças previstas pelo banco, o funcionário terá acesso de qualquer computador, mesmo fora das unidades do Santander. Na primeira semana de agosto os bancários que não estão na ativa receberão em suas residências correspondência com login e senha de acesso.

A página permanecerá com os links da Contraf-CUT e do Sindicato.

Avanços necessários – Maria Rosani avalia como um progresso o acesso às informações de fora das unidades pelos funcionários afastados. No entanto, critica o fato de que novas oportunidades do quadro de carreira não estarão acessíveis para esse público. “Continuaremos lutando pelo aperfeiçoamento dessa ferramenta, e que ela seja mais igualitária possível para todos os trabalhadores do Santander”, conclui.

Gisele Coutinho 30/7/2012